Campari, uma história em vermelho

Detalhe decoração Villa Campari

Polêmico ou não (porque digamos que o amargo é a ovelha negra na família dos sabores), o Campari é uma bebida muito conhecida no mundo inteiro. A marca é tão forte que conhecemos mais seu nome do que o segmento em que ela se insere, já que é classificada como uma bitter (bebida aperitivo alcoólica amarga).

Essa loucura toda é obtida pela infusão de sessenta ingredientes, combinados e macerados num malte de água destilada e álcool (bebida misteriosa: a formula secreta ainda obedece a composição original de quando foi criada). Possui sabor adocicado em uma primeira percepção, mas se torna amargo ao longo da degustação. Geralmente se bebe ao natural ou em drinks, e a quantidade de gelo influência diretamente no amargor mais ou menos acentuado.

É uma marca italiana, criada por Gaspare Campari entre os anos de 1862 e 1867. Pertencente ao grupo homônimo que se tornou um gigante do setor, presente mundialmente. OK. Até agora nada de informação nova.

Foi então que uma vez aqui, durante uma pesquisa para o Master, descobri algo sensacional: a sede do Gruppo Campari, na parada de metrô Sesto San Giovanni (ok, é um pouco longe, mas garanto que vale o rolê) é um paraíso em diversos sentidos. Porque?

1.

Porque ocupa um quarteirão inteiro. E lá eles fizeram todo um processo de recuperação da área, deixando algumas partes históricas e modificando outras como forma de trazer algum tipo de retorno para o bairro e para a cidade. Vejam que lindo a praça (que é aberta ao público e fica dentro do complexo):

Praça da sede Gruppo Campari
Crédito: À Milanesa

Esses são os muros dos fundos, grafitado por diversos artistas:

Graffiti no muro dos fundos da sede do Gruppo Campari
Crédito: À Milanesa

2.

Porque lá tem o museu Galleria Campari. Aberto em 2010 com um acervo incrível das peças criadas por e para a marca. As visitas são guiadas (em italiano e inglês) – ou seja, o percurso se torna ainda mais rico. Ao longo dele é possível observar diversos momentos da sua história:

*Ligação com movimentos como o futurismo, avant-guarde e art nouveau;
*Link com o mundo dos esportes;
*Mergulho na arte e no universo do pop underground;
*Associação com nomes fortes e artistas de diferentes épocas;
*”Padrinho” do lifestyle milanês (e o hábito de fazer o aperitivo: que digamos ser o nosso happy hour – com a diferença de que aqui junto o drink ganhamos sempre alguns petiscos);
*Apoio a temas polêmicos, como a diversidade sexual;
*Forte conexão com o mundo da moda e por aí vai…

Na primeira parte da visita os quadros, as publicidades e os grande trabalhos visuais:

Na segunda parte da visita os objetos, as parcerias e toda a revolução desenvolvida no quesito embalagens e identidade visual:

3.

Porque lá tem o restaurante/espaço para eventos Villa Campari. O estabelecimento fica em uma residência do século XIX, que foi conhecida por décadas como “Casa Alta”, onde funcionava o escritório da família Campari. Se tornou um espaço que mistura história e modernidade, com receitas exclusivas. Possui uma extensa programação, que vai de almoços/jantares a aperitivos e eventos temáticos e/ou privados. Já tive a oportunidade de ir em um degustação de vinhos e foi muito legal!

Vista panorâmica da Villa Campari
Crédito: divulgação

4.

Porque lá tem a escola Campari Academy. Sei que não sou o melhor parâmetro porque – como já disse – sou aquele tipo de pessoa que surta com tudo do universo gastronômico. Mas desde que li um livro do meu pai sobre os drinks preferidos de grandes escritores, comecei a pirar nessa área de mixologia. Entrei em uma nóia também de pesquisar as bebidas alcoólicas dos inúmeros lugares no mundo (acreditem, é algo MUITO interessante). Mas voltando, esse espaço é uma escola com um calendário de inúmeros cursos e ainda com a possibilidade de criar algo personalizado (para um grupo x de pessoas com temática y). Quando fiz a visita tinha uma galera que estava tendo aula, foi bem interessante.

Interior da Campari Academy
Crédito: À Milanesa

bibi

Posts Recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *